Esqueci minha senha

Curso de rotina clássica árabe com Isis Mahasin

Escrito por Joyce Borges

 

 

Mahasin cria curso de Aperfeiçoamento Semanal: Curso de rotina clássica árabe com Isis Mahasin

 

Quantas de nós, depois que terminamos o nível avançado ou passamos a dar aulas, não sentimos falta da boa e velha aula regular?

 

Pois é, na correria de aulas, shows e vida dupla - já que muitas bellys mantém duas carreiras em paralelo - fica difícil também conseguir conciliar a agenda para os estudos regulares. É aí que os cursos com encontros mensais são bem vindos e nos engajam a seguir com os estudos em alguns temas que ainda não havíamos nos aprofundado, ou buscar lapidação mesmo, que todas nós precisamos.

 

Porém, um encontro por mês é tão pouco, não é mesmo? Quantas de nós não saímos dos cursos mensais com nossas mestras pensando: “Meu Deus, só mês que vem agora? ”

 

E, no meio do caminho, o tempo que você pensou que iria separar para estudar o que foi abordado na última aula acaba sumindo... Acontece com você? Porque comigo acontece sempre... rs

 

Foi pensando nisso, e num acompanhamento contínuo e mais de perto das alunas, que Isis Mahasin criou o Desvendar. O curso, dividido em módulos independentes, tem o objetivo de aprofundar nossos estudos em temas específicos, sempre com encontros semanais, na estrutura de aula regular, mas trabalhando o tema em questão.

 

Tudo pensado para se encaixar na agenda das professoras que tem uma vida corrida e uma agenda complicada, como ela conhece de perto.

 

As aulas acontecem sempre às sextas, das 20h30 às 21h30, porque nesse horário, geralmente, as escolas não têm aula, então a bailarina tem esse tempinho pra cuidar do seu desenvolvimento.

 

Os módulos são divididos por semestre, mas sempre duram 4 meses, para que as profissionais possam se dedicar em outros projetos que geralmente acontecem durante o ano, como espetáculos em dezembro, férias em julho, planejamento em janeiro.

 

Tudo pensado para que as bellydancers possam estudar regularmente e ainda manter suas vidas multitarefas.

 

O Desvendar acontece desde 2016, quando foi lançado com o módulo Técnicas de Quadril. Agora, as alunas estão terminando o módulo Ritmos e se preparando para iniciar o módulo de Rotina Clássica, no 2º semestre.

 

 

Confira alguns relatos de quem participou das 2 edições do Desvendar:

 

  Paloma Magalhães:

"O primeiro módulo, de técnicas de quadril, foi um divisor de águas para minha dança, pois, a partir das técnicas ensinadas, pude ter mais clareza na execução dos movimentos, assim como em suas variações, tornando-os mais limpos e enriquecendo as movimentações. Já o segundo módulo, de Ritmos, era algo que realmente sentia falta quando se fala em dança árabe, pois é difícil encontrarmos cursos que nos trazem uma parte mais teórica da dança. Nele consegui entender melhor sobre cada ritmo, suas aplicações na dança e sua forma de leitura. Nos dois módulos, a didática foi ótima, e pude ver o cuidado para que cada aluna pudesse entender e aplicar os ensinamentos. Sempre acompanhando a parte teórica com a prática, pude perceber minha evolução desde o começo ao final dos módulos. Com certeza é um curso que indico para todos que desejam ampliar seus conhecimentos na dança e se desenvolver cada vez mais."

Paloma teve seu primeiro contato com a dança do ventre há 8 anos e desde então se apaixonou por essa arte. Participou de inúmeros Festivais conquistando premiação em grupos e solos como bailarina. Ingressou na Mahasin Cia de Dança há 2 anos e meio.

 

  Leide Cruz:

“O Desvendar é um curso que me trouxe inovação dentro dos conteúdos propostos, com um toque a mais de criatividade e ousadia. Com o Desvendar, eu tenho aprendido que a dança do ventre pode ser muito mais do que eu imaginava, que o conhecimento e a técnica são muito importantes, mas que dançar com a alma e deixar nosso corpo falar é imprescindível. Eu super recomendo!!! ”

Leide é bailarina e professora de dança do ventre, estuda dança do ventre há 8 anos e faz parte da Mahasin Cia de dança.

 

 

  Rawnie el Lamya:

“O curso abriu um novo horizonte, uma nova visão para realizar leituras rítmicas e melódicas.”

Rawnie iniciou os estudos em 2007. Estudiosa da cultura e folclore árabe, é bailarina e professora no Estúdio de Danças Fênix, fundadora e integrante do Fênix Brasil.

 

  Nahid Phoenix:

“O curso me fez ver que estou no caminho certo e que devo continuar o meu trabalho sempre renovando e inovando métodos respeitando a rica cultura árabe.”

Nahid é professora de jazz e dança do ventre, coreógrafa e bailarina. Diretora e proprietária do Estúdio de Danças Fênix, fundadora e diretora do Festival de Danças Ritmos do Oriente, formada em jazz, começou os estudos em dança há 36 anos e continua estudando sempre.          &n bsp;            ; 

 

  Alexandra Braga:

“O curso despertou o interesse por aprender mais sobre outras culturas, a desenvolver e aguçar o ouvido pra escutar as músicas e distinguir os ritmos escondidos nelas.”

Alexandra é estudante de dança do ventre há 5 anos, estudante de jazz, tribal e ballet há 2 anos. Integrante e fundadora do Fênix Brasil e Mimos ateliê, designer gráfica e auxiliar administrativa.

                  

   Ana Sanchez:

“O curso veio para relembrar um pouco do meu aprendizado, mas contribuiu para me aguçar a vontade de reaprender, pois na dança nunca sabemos tudo e estamos em constante aprendizado!”

Ana iniciou na dança do ventre há 15 anos, é Educadora Física e professora de dança do ventre há 8 anos. Atua na área de educação pública como professora de dança e é Diretora da Cia Ana Sanchez que conta com 4 grupos de Dança.

 

  Julia Soares:

“O curso despertou a curiosidade de escutar as músicas de forma diferente.”

Julia é estudante de dança do ventre há 6 anos, integrante e fundadora do Fênix Brasil e Mimos Ateliê, professora de História e Educação Infantil.

 

 

 

  Claudia Kitamikado Borrego

”O desvendar ritmos pra mim  foi muito proveitoso. Estudo de ritmo é fundamental pra qualquer dançarina do ventre, mas com o tempo nos acomodamos nos nossos ritmos preferidos e nos mais usados, deixando os outros de lado. Rever os básicos e conhecer outros ritmos com a ajuda do derbake ao vivo foi fundamental no sucesso do aprendizado. E a oportunidade de ter as dicas de estudo e performance, não só da Isis como professora, mas também das colegas de curso foi muito enriquecedor.”

 

Claudia é bailarina de dança do ventre há 12 anos com passagem pelo tribal fusion e atualmente dança burlesca e salsa solo.

 

 

Se interessou pela proposta do curso? A Mahasin está com inscrições abertas para o próximo módulo de Rotina Clássica. Quer mais informações?

Escreva para ciamahasindedanca@gmail.com ou para (11) 98460- 3806 WhatsApp

Início: 25/08 das 20h30 às 21h30

Programação:

SETEMBRO: 1,15, 22 e 29

OUTUBRO: 13, 20 e 27

NOVEMBRO: 10, 17 e 24

 

DEZEMBRO:  1, 8 e 15

http://mahasinciadedanca.blogspot.com.br/2017/07/desv endar-rotina-classica.html

 

 

 

 


Veja Mais ver todas +

Nuvem de Tags

bailarina egito cairo homenageada dança bailarina vídeosbailarina homenageada central danca do ventreliteratura arte dança do ventre brasilartigo musica professora homenagemrevista