Esqueci minha senha

Um belo dia resolvi mudar

Escrito por Dana el Fareda

 

“Um belo dia resolvi mudar... e fazer tudo que eu queria fazer…” acho que essa música representa um pouquinho do que vou contar sobre a minha vivência neste ano no Festival Ahlan Wa Sahlan.

 

Este ano de 2017 comecei com muitos projetos diferentes e algo estava mudando dentro de mim. Eu não conseguia explicar mas sentia que algo iria acontecer. Não sabia avaliar mas comecei o ano renovando e mudando muitas ações na vida pessoal e profissional. Senti o peso dos trinta e poucos anos e as cobranças começaram a acontecer.

 

Foi então que no início de julho eu sonhei com o Egito. Sonhei que estava lá e dançando, e então ouvi um chamado. Sim! Acreditem ou não, o Egito me chamou!!!

 

Então pensei que talvez fosse minha despedida. Como iniciei com tudo neste ano (com direções artísticas de eventos e espetáculos), pensei que talvez fosse a hora de me despedir do Cairo, lugar onde sempre me senti em casa e sempre senti um amor incondicional.

 

Acordei e pronto decidi: vou para o Egito! Perguntei para a minha mãe:

- Mãe, o que você acha?

 

Ela respondeu:

- Vá e faça o melhor que você puder, dance com a alma e amor, como sempre fez.

 

Bom, eu tinha poucos dias para arrumar figurinos, passagem, organizar quem ia ficar cuidando de tudo aqui na minha ausência. Claro que sem o apoio da minha família e da equipe El fareda eu não conseguiria. Elas me disseram: “Vai tranquila que ficamos aqui e cuidamos de tudo!!!”

 

 

A viagem era domingo. No sábado e domingo eu já tinha workshops agendados e também tinha as aulas para preparar e tinha que sair correndo do workshop para o aeroporto (risos). Mas depois de toda a correria eu estava no aeroporto!!! Bom, de todas as vezes em que fui nesta senti uma emoção diferente dentro do avião.

 

Primeira parada foi em Dubai. Eu tinha 8 horas de espera e fui encontrar minha amiga Fernanda Zanbuck que hoje mora em Dubai e faz muito sucesso por lá. Fiquei emocionada pois lembramos que o sonho dela começou quando fomos juntas para o Egito em 2011. Neste momento eu achei que a viagem já tinha valido a pena: ver minha amiga bem e saber que eu fazia parte de uma história.

 

Quando cheguei no Cairo novamente foi emocionante. Passaram lembranças de tantos anos na minha cabeça e percebi que meu caminho estava certo, que tudo que aconteceu de bom e de ruim estavam escritos para que eu vivesse novamente aquele momento no Cairo!

 

Cheguei na quarta-feira às 16:00hs no hotel e às 20:30hs eu estava me apresentando! Loucura? Sim mas de que vale a vida se não tiver uma dose de loucura em forma de amor? E a minha é sempre com muito amor!!! Eu vivo intensamente o amor pela vida, pela dança, pelas pessoas, pela natureza e precisava viver intensamente aquele momento!

 

Eu entrei no palco, senti os acordes daquela banda egípcia que me arrepia e transbordei. Sim, caíram lágrimas e eu dancei com amor. Novamente eu estava ali. A cada dia eu acordava e agradecia por estar podendo mostrar o meu trabalho, a cada dança eu dizia “”que seja o melhor que eu possa fazer hoje!!! E se eu esperava o primeiro lugar? Do fundo do meu coração: Não.

 

Eu já estava muito feliz e com a certeza de ter seguido meu coração! Quando veio o resultado e ouvi o meu nome sendo chamado, fiquei extasiada! Colocaram a coroa em mim e fiquei meio sem entender o que estava acontecendo (risos) até porque meu inglês é péssimo rs.

 

Depois ainda consegui o terceiro lugar na categoria Shaabi & Mahraganat que era o novo trabalho que eu daria andamento neste ano nos meus workshops. Realmente o Universo me presenteou e eu só podia agradecer. Liguei para a minha mãe e disse: “Mãe, eu ganhei!!!” Ela me disse: “que presente maravilhoso!”. Pois era aniversário dela de 60 anos!!! Realmente tudo se encaixava e completava!!!

 

Foram dias intensos de aulas, shows, noites em claro! O que eu aprendi? Que tudo só acontece na hora certa e quando você está pronto!!! Aconteceu no momento em que eu já sabia realmente o propósito da minha dança, livre de egos e inseguranças!!!

 

Não ganha quem tem conhecidos no festival como dizem, ou quem é amigo de jurado, ganha quem tem amor no coração e naquele dia a estrela brilhou em cima de mim transformando em explosão!!!

 

Sempre acreditei na dança como a representação do amor e ela me levou a lugares que eu nunca imaginei. Dessa vez ela me levou ao 1º lugar no Festival Mundial no Egito...

Onde mais ela irá me levar? Não sei... eu só sei que com amor tudo que é seu chega até você!!!

 

Gratidão a todo o amor recebido!!!

Beijos com carinho,

Dana El Fareda

Seja Única!!! Seja Você!!!

 

Dana El Fareda é Campeã Festival Alhan Wa Sahlan 2017

Oriental professional Egyptian folklore

Shaabi & Mahraganat – 3ºlugar

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Veja Mais ver todas +

Nuvem de Tags

literaturaartigo dança do ventrebailarina homenageada bailarina professora brasil cairo vídeos central danca do ventre egito musicarevistabailarina homenageada dança homenagem arte